www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO
Projetos


AMAL
Notícias

AMAL - Associação de Amigos e Moradores de Laranjeiras
Rua Pinheiro Machado, 31/2° andar Laranjeiras
Tels.: 4105-0038
(18h às 21h)
http://amal.org.br/

Folha da Laranjeira Jornal da Associação
205 / 207 / 208 / 209 / 210 / 211 / 212 / 213 / 214 / 215 / 216 / 217 / 218 / 219 / 220 / 221 / 222 / 223 / 224


APOIOS E SIMPATIAS
Clique nas imagens e saiba mais sobre cada um deles



-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


Informativo da Assoc. de Moradores e Amigos de Laranjeiras - AMAL
Ano XXVIII | nº 224 | Fevereiro - Março 2008


Moradores discutem construção da Gafisa

Marcella Vieira

No dia 21 de fevereiro, representantes da AMAL e de edifícios de Laranjeiras se reuniram para conversar sobre as medidas que serão tomadas em relação ao novo projeto da construtora Gafisa no número 29 da Rua das Laranjeiras. O terreno onde será construído o novo condomínio, que foi matéria de capa da última edição da Folha da Laranjeira, já conta, inclusive, com uma equipe da construtora durante o dia para informações sobre os futuros apartamentos. Mas os moradores dos prédios do entorno e a AMAL continuam preocupados com o impacto que a obra terá nas estruturas dos edifícios mais próximos e na infra-estrutura do bairro (trânsito, poluição, segurança, etc.).

Importância da mobilização

Segundo o presidente da AMAL, os moradores do bairro não podem simplesmente esperar e aceitar a construção de um empreendimento tão grandioso e a responsabilidade em relação às informações sobre a construção deve ser exclusivamente da Gafisa.

– É a Gafisa que deve nos mostrar este projeto, como ele é e qual o impacto que ele terá no nosso trânsito e na nossa rede de esgoto, por exemplo. São eles que têm que nos dizer tudo isso antes que as obras se iniciem – afirmou Marcus Vinícius.

Foi ressaltada também a necessidade de que todos os edifícios cujas estruturas possam ser abaladas pela construção contratem uma única assistência técnica para analisar o projeto.

– Temos que pedir administrativamente que a Gafisa e a Prefeitura nos apresentem o projeto para analisarmos com nossos técnicos. Se até determinado prazo eles não nos entregarem, entraremos com uma ação judicial, que é a nossa principal força – destacou o advogado e síndico do Edifício Palladium, Huáscar Lozano.

Todos têm ciência da força política de grandes construtoras como a Gafisa e sabem que qualquer ação deverá ser muito bem embasada.

– A construtora tem um corpo jurídico e um tráfico de influência imensos. Por isso, é importante que estejamos muito coesos e que os prédios vizinhos tenham elementos bastante sólidos para entrarmos com qualquer ação – disse Regina Carquejo.