www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO
Projetos


AMAL
Notícias

AMAL - Associação de Amigos e Moradores de Laranjeiras
Rua Pinheiro Machado, 31/2° andar Laranjeiras
Tels.: 4105-0038
(18h às 21h)
http://amal.org.br/

Folha da Laranjeira Jornal da Associação
205 / 207 / 208 / 209 / 210 / 211 / 212 / 213 / 214 / 215 / 216 / 217 / 218 / 219 / 220 / 221 / 222 / 223 / 224


APOIOS E SIMPATIAS
Clique nas imagens e saiba mais sobre cada um deles



-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------



-----------------------------------------------------------------
-----------------------------------------------------------------


-----------------------------------------------------------------


Informativo da Assoc. de Moradores e Amigos de Laranjeiras - AMAL
Ano XVIII | nº 223 | Janeiro 2008


CURIOSIDADE

A capela da congregação religiosa  do Cenáculo de Laranjeiras, um dos destaques do bairro, encontra-se em péssimo estado de estado de conservação Laranjeiras abre as portas de suas igrejas

Marcella Vieira

Há duas edições a Folha da Laranjeira falou sobre as várias vilas que se “escondem” pelo bairro. Nesta edição, seguimos a mesma linha de reportagem para falar sobre as igrejas que Laranjeiras preserva ao longo dos anos.

Dentre elas, a Capela Sagrado Coração de Jesus do Colégio da Providência, na Rua Pereira da Silva, número 319, confere uma beleza especial ao visual da tradicional rua residencial de Laranjeiras.

A capela do colégio – fundado em 1853 pelas Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo vindas da França – realiza cerimônias para todos aqueles que fazem ou fizeram parte da escola. Estas cerimônias incluem Bodas de Ouro e de Prata para os pais de alunos e ex-alunos, batizados para os filhos de ex-alunos e casamentos para ex-alunos, professores e funcionários.

Aos atuais alunos são oferecidas aulas de Catequese, a fim de prepará-los para a Primeira Comunhão. Segundo as Irmãs do Colégio da Providência, a capela é bastante freqüentada não apenas pelos moradores da Rua Pereira da Silva, mas também pelas pessoas da circunvizinhança, já que a comunidade acaba conhecendo o local pelo boca a boca. O amplo espaço interno da capela, constantemente ornamentada para os eventos, recebe um grande número de fiéis e moradores do bairro para as missas celebradas de segunda a sábado às 18h e, aos domingos, às 9h.

A mesma Rua Pereira da Silva abriga, no número 135, a capela da congregação religiosa do Cenáculo de Laranjeiras. Conforme matéria da repórter Mariana Tavares publicada na edição 221 do Jornal Folha da Laranjeira, o Cenáculo vem passando por uma série de dificuldades financeiras, gerando discussões com os moradores do bairro que não querem ver parte do terreno da histórica congregação cedido para a construção de prédios e condomínios residenciais.

As freiras da Congregação francesa de Nossa Senhora do Retiro no Cenáculo vieram para o Brasil em 1928 e, em 1941, adquiriram a casa da Pereira da Silva, que passou a ser a sede do Cenáculo de Laranjeiras. Hoje, o local abriga 14 irmãs que desenvolvem trabalhos sociais com jovens carentes e idosos do bairro.

Paróquia Cristo Redentor: projetos de ampliação

Já na subida para o Cosme Velho, a Rua das Laranjeiras apresenta, no número 519, mais uma de suas belas e amplas construções: a Paróquia Cristo Redentor. Inaugurada em 1948 com o nome de Matriz do Cristo Redentor pelo Cardeal Dom Jaime de Barros Câmera, a Paróquia é administrada, desde sua fundação, pela Congregação do Verbo Divino, fundada na Holanda em 1875 pelo Padre Arnaldo Janssen.

O atual Pároco da Cristo Redentor, Padre Adam Folta, assumiu o cargo em fevereiro de 2004 e vem lutando pelo crescimento qualitativo e quantitativo das paróquias nas quais teve oportunidade de trabalhar:

– Não gostaria que fosse diferente aqui no Rio. A Paróquia Cristo Redentor conta, atualmente, com 36 grupos (pastorais e movimentos atuantes). O espaço físico disponível não é suficiente. Por isso, a preocupação em ampliar o centro paroquial – afirma o Padre.

A expansão mencionada pelo Pároco inclui um projeto de aumento do centro paroquial em aproximadamente mil metros quadrados. Pretende-se realizar uma reforma total no atual salão paroquial, de modo a construir em cima do mesmo um amplo anfiteatro para apresentações e palestras. As reformas têm, segundo Padre Adam, o objetivo social de servir melhor à comunidade carente do bairro:

– Houve, no início do funcionamento da Paróquia, um trabalho social mais intenso. Gostaríamos de voltar aos bons tempos e, aos poucos, colocar à disposição das pessoas carentes consultórios médico e dentário e oferecer um espaço para cursos profissionalizantes – diz o pároco.

Apesar de seu tamanho e de sua imponência – a Paróquia tem capacidade para abrigar cerca de 750 pessoas nas missas – e de seu amplo estacionamento, padre Adam reconhece que a Cristo Redentor é, em relação a outras igrejas do Rio de Janeiro, um pouco “escondida” do grande público. Mas isso não é, segundo ele, algo negativo.

– Temos mais sossego durante as celebrações eucarísticas – destaca o padre, que, ainda assim, gostaria que a Paróquia tivesse uma iluminação externa nos mesmos moldes das Igrejas de São Judas Tadeu e da Matriz de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, pois chamaria mais atenção.

Mas, apesar de “escondida”, os freqüentadores da Paróquia vêm, segundo Padre Adam, de diferentes locais e origens, não se restringindo apenas à área geográfica de Laranjeiras e bairros vizinhos. Para ele, isto caracteriza aquilo que pode ser chamado de “mobilidade sócio-religiosa”:

– Hoje em dia funciona muito o território paroquial emocional. Vai-se àquela igreja de que mais se gosta. Além disso, alguns importantes movimentos religiosos são trans-paroquiais, o que proporciona mais mobilidade sócio-religiosa – conclui Padre Adam.

As missas da Paróquia Cristo Redentor são celebradas diariamente, sendo às 8h e às 18h de segunda a sábado e, aos domingos, às 9h, 11h, 18h e 20h. aos sábados há também horários para celebrações especiais às 8h30min e às 19h30min. A igreja conta com uma livraria e uma Secretaria Paroquial e oferece batizados, casamentos, além de confissão e orientação espiritual.

-----------------------------------------------------------------------
Foto do alto: A capela da congregação religiosa do Cenáculo de Laranjeiras, um dos destaques do bairro, encontra-se em péssimo estado de estado de conservação