www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO

HOME Notícias semanais

CULTURA E TURISMO

ENDEREÇOS NO BAIRRO
Atividades físicas
Bares e Restaurantes
Cafés, Lanches e Sucos
Comércio e Serviços
Estabelecim/ de Ensino
Hospitais e Clínicas

FESTAS E EVENTOS

MATÉRIAS E NOTÍCIAS

MURAL DO BAIRRO

TRABALHOS SOCIAIS E
ASSOCIAÇÕES


UTILIDADE PÚBLICA

VARIEDADES
Anuncie no Bairro
Contato do Bairro
Blog do Bairro
Detalhes do Bairro
Fotos do Bairro
Informativo do Bairro
Twitter do Bairro



Capa
Onde encontrar
Expediente



MACRO E MICRO

Gilson Nazareth
Mestre em Educação IESAE - FGV
Doutor em Comunicação e Cultura ECO - UFRJ


Gilson Nazareth entrevista Ana Cícera
GN: Quando você começou a trabalhar com cultura e o que a levou a este caminho tão difícil? AC: Sempre gostei de arte. Fico imaginando que um artista plástico tem algo divino com ele....




EDITORIAL

Vale a pena participar de caminhadas pela PAZ?


Claro que vale, mas em situações-limite como a nossa – no Rio de Janeiro – torna-se absolutamente ineficaz sem que haja um eixo, uma diretriz clara dos pleitos a serem defendidos nas ruas. É como sairmos em defesa do meio-ambiente, da família, do amor entre mãe e filho. São assuntos unânimes que carecem de posicionamentos contra ou a favor: 99.9 % das pessoas estão de acordo. Assim, caminhar pela PAZ (genericamente), torna-se irrelevante do ponto da exigência de medidas efetivas de resolução do problema.

A mobilização somente funcionará, emparedando o Poder Público, tendo objetivos definidos. Desde já podemos colocar em discussão, dentre outras, a unificação das polícias com a sua respectiva municipalização, a estadualização do direito penal, a diminuição da maioridade penal etc. Outro aspecto é deixarmos do receio de aparelhamento, chamando os partidos políticos. As grandes manifestações ocorrem quando a militância partidária também assume sua condução, afinal, fazer política sem os políticos, parece fazer bolo sem o fermento. Vamos todos, juntos, com objetivos definidos às ruas. Certamente, dessa forma, os governantes tremerão.

Marcus Vinicius de Seixas,
Presidente da Amal




PATROCINADORES
Clique e saiba mais sobre eles












REDES SOCIAIS








FOTOS DO BAIRRO



Clique na foto...





© 2005 - 2019 Isabel Vidal
Todos os direitos reservados



Jornal da AMAL
ano 27 - nº 217
abril/07