www.BairrodasLaranjeiras.com.br
ANUNCIE AQUI  |  INFORMATIVO  |  CONTATO

HOME Notícias semanais

CULTURA E TURISMO

ENDEREÇOS NO BAIRRO
Atividades físicas
Bares e Restaurantes
Cafés, Lanches e Sucos
Comércio e Serviços
Estabelecim/ de Ensino
Hospitais e Clínicas

FESTAS E EVENTOS

MATÉRIAS E NOTÍCIAS

MURAL DO BAIRRO

TRABALHOS SOCIAIS E
ASSOCIAÇÕES


UTILIDADE PÚBLICA

VARIEDADES
Anuncie no Bairro
Contato do Bairro
Blog do Bairro
Detalhes do Bairro
Fotos do Bairro
Informativo do Bairro
Twitter do Bairro



Capa
Onde encontrar
Expediente




Cosme Velho abriga Memorial de Pediatria


Tatiana Castellani, museóloga há mais de um ano do MemorialUm passeio pela história da pediatria. É exatamente isso que o visitante encontrará ao conhecer o Memorial de Pediatria, na rua Cosme Velho. Situado em um antigo casarão, o museu ainda é novidade até mesmo para quem mora no bairro. Apesar de ter inaugurado em março de 2004, o memorial passou por reformas durante todo o ano passado e reabriu as portas no início de 2006.

Ocupando uma área total de cerca de 2 mil e 500 m2, o memorial é equipado com auditório, salas de aula, biblioteca, estacionamento e cafeteria. Isso sem falar da extensa área verde que cerca o local.

- O grande público ainda não conhece o museu. No ano passado fizemos uma pesquisa para saber se as pessoas conheciam o museu e vimos que não. Estamos divulgando o espaço principalmente nos colégios da região – conta Tatiana Castelanni, museóloga formada pela Uni Rio, pós graduada em História do Brasil e que há um ano e três meses trabalha no Memorial de Pediatria.

Pulmão de aço: utilizado para crianças pré-maturasO museu possui uma exposição permanente que conta a história da pediatria, desde os seus primórdios até os dias de hoje. As peças que compõem foram doadas por pediatras e instituições de vários estados do Brasil. Lá o visitante encontrará objetos um tanto quanto inusitados, como o pulmão de aço, uma incabudora do início do século passado, e uma cadeira de tirar amídalas, que mais parece um objeto de tortura da época da ditadura militar. Outra curiosidade que o museu trás é a roda dos expostos. Conhecida no imaginário popular como sendo feita para as mães colocares seus filhos recém-nascidos no intuito de os doares para as madres, ele foi inventado com o propósito dos fiéis depositarem alimentos e enviarem cartas aos membros da igreja.

Para movimentar o museu, dois projetos estão sendo desenvolvidos. O primeiro é relacionado à prevenção de acidentes e o segundo foi criado pela Academia Brasileira de Pediatria, que tem uma sala dentro do Memorial, e pretende reunir crianças da comunidade para formar um coral.




PATROCINADORES
Clique e saiba mais sobre eles












REDES SOCIAIS








FOTOS DO BAIRRO



Clique na foto...





© 2005 - 2019 Isabel Vidal
Todos os direitos reservados



Jornal da AMAL
ano 26 - nº 213
julho-agosto/06